Back to the Future

I said a year ago that the third time is the charm and indeed it was. New website, new blog and everything running smoothly.  However in the same article I also mentioned that this “new” adventure would not be a walk in the park. I knew from the beginning obstacles would arise and so the difference between the will and the way would be more or less noticeable.

So, after a series of successful articles and videos, a too busy agenda has made me postpone the publication of new content, at least until now. But this situation turned out to be positive since in that period I had the opportunity to prepare the most diverse material that will now see the light of day on a regular basis.

This pause also allowed me to make a better integration of my blog with the reality of my subscribers. Among other small adjustments I would like to point out that from now on all articles will be available in Portuguese and English. Just select the desired language in the sidebar of each published article. These articles will continue to be more practical and the resources created in them will be made available for free whenever this proves pertinent.

So let me say this is a return to the goals of the past with the eyes set on the future. The invitation maintains because this trip is to be made with friends. Join me and see you soon…

365 Dias de Gratidão

Depois de tantos anos a assistir de forma mais ou menos indiferente ao embarque de outros fotógrafos em projectos “365”, chegou finalmente a minha vez de me lançar de cabeça no desafio criativo de fazer uma foto por dia. Este projecto pessoal vem dar outro sentido à forma de encarar o dia-a-dia é à forma como o registo através da luz. Sobre isso já falaremos.

Mas porquê só agora? E porquê chamar-lhe “365 Dias de Gratidão” e não apenas o habitual “Projecto 365”. Bem, a resposta é simples e reside mais no passado do que no que acredito ter pela frente ao longo de 2017.

No final de cada ano é tempo de fazermos um “inventário” sobre quem somos, o caminho que percorremos e para onde vamos. Existem outros tópicos neste exercício mental mas estes foram os que destaquei sobre esta minha viagem interior. Como é hábito e como acontece com a grande maioria, 2016 foi mais um ano de altos e baixos, bênçãos e acidentes de percurso. Mas depois de feitas todas as contas de somar e subtrair só tenho a apresentar um saldo tremendamente positivo. Algumas coisas menos boas deixaram marcas e ainda permanecem mas a forma como encaramos e aceitamos o que nos acontece, molda a forma como vemos a vida e continuamos em frente. Citando Albert Einstein.

“There are only two ways to live your life. One is as though nothing is a miracle. The other is as though everything is a miracle.”

Eu, há muito que escolhi a segunda e por isso facilmente vejo os pequenos e os grandes milagres que acontecem diariamente à minha volta, sejam comigo, sejam com “estranhos”. O meu objectivo passa por escrever com luz todos aqueles que me são possíveis. E isso traz-me de volta ao tópico deste artigo e ao título do mesmo.

Este meu projecto “365” está envolvido por um sentimento de gratidão de tal forma que acabou por moldar a escolha do tema, um que me é particularmente familiar e que me faz regressar às minhas origens como fotógrafo,  a fotografia de natureza. Dentro deste tema posso abranger categorias desde, macro, paisagem, flora, fauna, natureza morta, etc.

Mas por me ser especialmente querido e um tanto ou quanto “fácil”, decidi impor uma regra para torná-lo num desafio maior e me levar a olhar de forma diferente para as mesmas coisas do dia-a-dia. A regra é que todas as fotos têm de ser feitas no espaço interior ou exterior do meu novo “home-studio”. Esta é uma regra mais doce do que amarga e não tanto limitativa como pode parecer pelo potencial que me rodeia… (aliás, o meu novo “home-studio” é uma das grandes bênçãos de 2016 e um dos impulsionadores para este projecto).

As duas fotos que compõem este artigo fazem parte deste projecto. De momento ainda não decidi onde o mesmo vai “atracar” mas está já previsto que todos os meses farei uma selecção com as melhores. Convido-vos a subscreverem a minha newsletter. Será o meio que irei utilizar para mostrar por onde ando, neste e noutros desafios…